15 de Julho de 2022

Análise de mercado

Negociação de contratos de petróleo para cobrir os preços dos combustíveis

oil price v fuel price
oil price v fuel price

Nunca esteve tão caro abastecer o carro e isso está afetando a qualidade de vida de milhões de pessoas, mas os investidores de varejo têm uma estratégia para compensar o custo do aumento dos preços do petróleo bruto e do combustível. Vamos dar uma olhada rápida na análise técnica do petróleo e, em seguida, considerar uma razão muito boa para negociar petróleo em 2022 e nos anos seguintes.

Análise técnica do petróleo

A análise técnica mostra que o petróleo dos EUA rompeu a tendência de alta no preço de US$ 106.25, foi testado novamente e depois caiu mais uma vez para menos de US$ 100.

Histórico de preços do petróleo bruto em 2022 com linha de quebra de tendência
Histórico de preços do petróleo bruto em 2022 com linha de quebra de tendência

Agora, mantendo-se entre US$ 94,50 e US$ 102, o petróleo dos EUA está saltando entre a faixa de reversão de Fibonacci de 50% a 38,2% e enfrentando forte resistência na marca de 38,2%. Se essa queda recente continuar, poderemos ver os preços do petróleo baixarem ao nível do suporte 2.

Histórico de preços do petróleo bruto em 2022 com a reversão de Fibonacci
Histórico de preços do petróleo bruto em 2022 com a reversão de Fibonacci

Portanto, como o petróleo pode estar sendo comprado em excesso e a um preço exorbitante, podemos ter a impressão de uma oportunidade de venda, mas a tendência de longo prazo sugere o contrário. No momento, negociar petróleo pode ser arriscado, considerando a ação do preço atual.

Os conceitos básicos da negociação de petróleo

Além das práticas habituais de "pump and dump" dos fundos de cobertura, a guerra e o lucro empresarial são as duas maiores influências no preço do petróleo hoje. A dinâmica de oferta e demanda permanece volátil, sem sinais de flexibilização ou estabilidade no horizonte. 

Somando-se a essa incerteza, os produtores globais de petróleo diminuíram significativamente a produção nos últimos 12 meses, causando uma falsa escassez. A ordem para reduzir a extração de petróleo veio da cúpula das próprias empresas petrolíferas. Mais de uma refinaria de petróleo reduziu os volumes de bombeamento sem uma boa causa, para grande frustração dos Estados Unidos, dos maiores países e dos motoristas em todos os lugares.

Na semana passada, o presidente dos EUA, Joe Biden, exigiu que as grandes petrolíferas explicassem por que não estão aumentando os volumes de produção para estabilizar o mercado, apesar de todos saberem que a resposta nada mais é do que um lucro inflacionado de curto prazo.

"Em tempos de guerra, margens de lucro das refinarias bem acima do normal sendo repassadas diretamente para as famílias estado-unidenses não são aceitáveis", disse o presidente dos EUA, Joe Biden, em uma carta recente às companhias petrolíferas.

Mas não é apenas o povo estado-unidense que está passando por apertos na hora de abastecer. O mundo inteiro viu os preços dos combustíveis dobrarem, o que está contribuindo para o aumento do desemprego e a diminuição nas vendas globais no varejo. Enquanto as empresas petrolíferas celebram grandes lucros, o mundo luta para evitar outra recessão.

Há muito pessimismo no mundo financeiro, mas talvez os traders de varejo encontrem uma maneira de amenizar o golpe da inflação.

Negociação de contratos futuros de petróleo para compensar os custos do combustível

Isto é chamado de cobertura de riscos de combustível, e é comumente usado por grandes indústrias consumidoras de combustível, como companhias aéreas, empresas de navegação e transportadoras. Elas fazem isso há anos, mas o mesmo mecanismo de preço pode ser usado por indivíduos, não apenas por empresas.

Se você abrir uma posição de compra de petróleo e o preço subir, os preços dos combustíveis provavelmente também subirão. Você perderá nas bombas, mas lucrará na sua plataforma de negociação. Da mesma maneira, se os preços do petróleo e da gasolina caírem, suas negociações trarão resultados negativos, mas você ganhará nas bombas, economizando dinheiro na próxima vez que abastecer.

Comparação de 5 anos dos preços do petróleo bruto e dos combustíveis
Comparação de 5 anos dos preços do petróleo bruto e dos combustíveis

Para começar a cobrir os preços dos combustíveis, primeiro calcule o consumo médio semanal de combustível. Se os preços do combustível subirem US$ 0,10, quanto será o custo adicional para você? Agora vá até sua plataforma de negociação e calcule a quantidade de petróleo dos EUA que você precisaria comprar para gerar um lucro que compensaria o aumento no preço do combustível.

Considere um ligeiro atraso de preço, já que os postos de gasolina estabelecem os preços de combustível com base no que eles pagaram pelos caminhões-cisterna, não nos mercados atuais. Você pode preferir abrir e fechar ordens regularmente, mas se ocasionalmente mantiver ordens abertas durante a noite, a Exness não cobrará taxas de swap.

Essa é uma estratégia infalível? Não... definitivamente não. Os mercados são sempre imprevisíveis, no entanto, mesmo que você faça seus cálculos corretamente, uma pequena divergência entre os preços do petróleo e da bomba pode representar um grande problema para você, e isso não ocorreu nos últimos 30 anos.

Conclusão

Tendo em mente que o desempenho do passado não oferece garantia de resultados futuros, e a análise técnica não indica uma oportunidade de compra ou venda imediata. Como sempre, os mercados seguem rotinas previsíveis... até que deixam de ser assim. Não importa quais ativos você negocie, eventualmente haverá uma surpresa, então negocie com responsabilidade e gerencie seus fundos com cautela. A cobertura dos preços dos combustíveis pode funcionar por enquanto, mas se todos fizerem isso, poderemos ver a primeira divergência entre os preços do petróleo e os preços dos combustíveis da história.

Lembre-se de definir o stop loss próximo à faixa de preço ativa, especialmente se você estiver aproveitando a alavancagem alta da Exness.

Artigos relacionados